Criolipólise

Criolipólise

O que é criolipólise?

Criada na Universidade de Harvard, a criolipólise é o método mais recomendado atualmente para eliminar gordura localizada sem agulhas e cirurgias plásticas. O tratamento, feito em consultórios e clínicas de estética, promove uma destruição das células de gordura (adipócitos) através do resfriamento controlado.

Como é feita?

A dermatologista Carolina Marçon, assessora da diretoria da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que o médico posiciona o aparelho sobre a parte do corpo a ser tratada. Uma manta umedecida é colocada na superfície da pele para protegê-la. A máquina promove então uma sucção a vácuo da pele entre dois painéis.

A pele tracionada é congelada durante cerca de uma hora a uma temperatura aproximada de -5°C a -10°C. A gordura é mais sensível ao frio que os demais tecidos, logo o dano ocorre especificamente nos adipócitos, poupando a pele e músculos.

A gordura sofre cristalização, as células adiposas são destruídas e posteriormente eliminadas pelo sistema imunológico, via sistema linfático. “É um procedimento não invasivo, sem cortes, sem uso de agulhas ou necessidade de anestesia”, esclarece a especialista.

Em que partes do corpo posso fazer?

O dermatologista Luiz Fernando Tovo, coordenador da Sociedade Brasileira de Dermatologia,  explica que a principal indicação da criolipólise é redução de gordura no abdômen e no dorso, o famoso pneuzinho, mas outras áreas também podem ser tratadas. “Existem ponteiras adequadas para todas as regiões de acúmulo de gordura e até tratamento bilateral, feito com duas máquinas”, conta.

Número de sessões

São indicadas de 1 a 3 sessões com intervalos mínimos de 2 meses e máximo de 3 sessões por ano.

Fonte: http://www.bolsademulher.com/beleza/criolipolise-funciona-como-e-saiba-tudo-sobre-o-tratamento-que-elimina-gordura-em-uma-sessao